Rádio Clube Sabáudia

 

Suspeito de aplicar golpe de R$ 1 milhão com vendas na internet é preso em Curitiba

Um empresário suspeito de vender eletrônicos pela internet, mas não que entregava os produtos, foi preso em uma operação da Polícia Civil nesta quinta-feira (10), em Curitiba.

Segundo a polícia, ele lesou pelo menos 700 clientes em todo o Brasil. Ao todo, foram expedidos sete mandados de busca e apreensão, que foram cumpridos em Curitiba, Araucária e em São João do Ivaí. O delegado Emmanoel David, da Delegacia de Estelionato, contou que as investigações partiram de uma denúncia de uma grande loja de e commerce.

A reportagem apurou que a loja era o Magazine Luiza. A empresa disse que a própria plataforma identificou as ações suspeitas. Segundo a polícia, o homem usava o espaço da loja para anunciar os produtos, mas não cumpriu com o acordo de venda online. “Ele tem uma empresa aberta e se cadastrou para vender os produtos pela plataforma de e commerce. Começou a anunciar e vender eletrônicos, mas não enviava os produtos aos clientes”, explicou o delegado.

Ao investigar, a polícia descobriu que a empresa estava cadastrada no nome do pai do suspeito.Prejuízo Quando perceberam que tinham caído em golpe, as pessoas que compraram pela loja virtual entraram em contato com o Magazine Luiza.

A empresa disse que primeiro, como procedimento padrão, abriu processo para que o parceiro e o cliente resolvessem a situação, mas como isso não aconteceu, os clientes foram ressarcidos. “Ele recebeu antecipadamente mais de R$ 1 milhão pela venda dos produtos, mas não enviou nada e também não pagou o valor à empresa.

Basicamente usou a credibilidade o nome da loja para atrair consumidores e aplicar um golpe em todos os envolvidos”, disse o delegado Emmanoel David. Estelionato Segundo a polícia, o homem, que tem 50 anos, vai responder por estelionato. A pena é de um a cinco anos de prisão.

A polícia disse que outras pessoas estão sendo investigadas. Caso fique comprovada a participação de mais gente, os envolvidos também podem responder por associação criminosa.

Fonte G1 PR.

Esta notícia teve 74 acessos até o momento..

 

 

          

 

   

 

 

       

Facebook

Visitantes Online

Temos 103 visitantes online

Contatos

(44) 9 9906-2604  Stéfani Aguiar (Colunista/ Vendedora)

R. Jácomo Valério, Centro Sabáudia-PR