Rádio Clube Sabáudia

 

BR-376 vira praça de guerra na Região Metropolitana de Curitiba

Cerca de 10 bandidos fortemente armados de pistolas e fuzil provocaram pânico na noite desta quarta-feira (27) na BR-376 no município de Tijucas do Sul na Região Metropolitana de Curitiba...

A situação foi registrada por volta das 21h30 quando um comboio de ônibus que tinha saído de Joinville com destino à São Paulo para realizar compras foi surpreendido por marginais que estavam utilizando pelo menos três veículos. O ônibus tinha pelo menos duas equipes de escolta armada que foram surpreendidas recebidas a tiros enquanto trafegavam pela rodovia. O motorista de uma das escoltas foi baleado na perna com um tiro de fuzil.

O grupo seguiu atrás dos ônibus, fechou a rodovia, incendiou um carro, um caminhão e as cenas de terror não pararam por ali. Um dos motoristas de ônibus ao perceber a ação dos marginais acelerou e fugiu. Neste momento um dos marginais tentou parar um caminhão que tentou furar o bloqueio que os marginais fizeram.

O marginal com um fuzil efetuou pelo menos oito tiros no caminhão. Um dos disparos atingiu o para-brisa e por muito pouco não acertou o motorista que vinha do Rio Grande do Sul. Assustado ele conseguiu fugir e pedir ajuda em um posto de combustíveis cerca de 3 quilômetros adiante do local.Um dos ônibus que foi abordado pelos marginais foi atingido por vários disparos de fuzil e pistola.

Os bandidos levaram todo o dinheiro dos passageiros. Em seguida o grupo fugiu sentido Santa Catarina. Várias equipes de polícia realizaram grande cerco na região mas os marginais não foram localizados. No ônibus que foi assaltado haviam 28 passageiros. O motorista do ônibus foi atingido por um tiro de raspão e recusou encaminhamento a um hospital. Toda a ação aconteceu no km 642 da BR-376.

Fonte Massa News.

Esta notícia teve 48 acessos até o momento..

       

 

 

    

 

 

 

       

Facebook

Visitantes Online

Temos 52 visitantes online

Contatos

(44) 9 9906-2604  Stéfani Aguiar (Colunista/ Vendedora)

R. Jácomo Valério, Centro Sabáudia-PR