Rádio Clube Sabáudia

Carli Filho vai ser julgado 9 anos após acidente que deixou dois mortos

O ex-deputado estadual paranaense Carli Filho vai a júri popular na terça-feira (27), nove anos após se envolver em acidente em Curitiba que resultou morte de dois rapazes...

O julgamento acontece na 2ª Vara Privativa do Tribunal do Júri, no Centro Cívico, em Curitiba. O crime aconteceu em maio de 2009, e resultou na morte de Gilmar Rafael de Souza Yared, de 26 anos, e Carlos Murilo de Almeira, de 20 anos. O Supremo Tribunal Federal (STF) recusou na última sexta-feira (23) o pedido de habeas corpus da defesa, que pedia a suspensão do júri popular.

O fato

O acidente aconteceu na madrugada de nove de maio de 2009, no cruzamento da Avenida Monsenhor Ivo Zanlorenzi com a Rua Paulo Gorski, no Bairro Mossunguê. O então deputado estadual conduzia um VW Passat blindado que atingiu o veículo onde os jovens estavam, um Honda Fit. Os rapazes morreram na hora, e Carli Filho foi encaminhado ao Hospital Evangélico em estado grave. O ex-deputado foi transferido posteriormente para um hospital de São Paulo e se recuperou bem das lesões.

Velocidade de 163km/h As investigações da polícia indicaram que Carli Filho dirigia no perímetro urbano a uma velocidade de 163 km/h, numa via onde a velocidade máxima permitida é 70 km/h. Além disso, ele estava com a carteira de habilitação vencida.

Não sairá preso do fórum Para aqueles que estão respondendo processo em liberdade – como é o caso do ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho, há o direito de recorrer, solto, da decisão do julgamento. Só saem presos do tribunal os réus que já estavam cumprindo alguma medida de restrição de liberdade antes do júri.

Fonte TN Online.

Esta notícia teve 90 acessos até o momento..

       

 

 

    

 

 

 

       

Facebook

Visitantes Online

Temos 64 visitantes online

Contatos

(43) 9854-1383  Stéfani Aguiar (Colunista/ Vendedora)

R. Jácomo Valério, Centro Sabáudia-PR